Funk Acari é um documentário de Arthur Moura e Felipe Xavier com produção de Patricia Andréia Araujo e Carolina Maíra e produção executiva de Gabriel Moreno. O funk mesmo tendo uma expressão de peso e importância para as favelas do Rio de Janeiro sofre com a criminalização. Por isso as falas não deixam de afirmar: o funk é cultura. Ou seja, participa de forma ativa da sociedade civil. O filme então mesmo de forma breve traça um pouco da história através de filmagens em baile funk, as ruas da favela, o Amarelinho, a Piracambu, depoimentos e, claro, funk.